quinta-feira, maio 31, 2007

Internet do futuro começa a ser desenvolvida


Da redação
29/05/2007

Um gênio lhe aparece e permite que você faça três pedidos, com a única condição de que seus desejos digam respeito à Internet e que possam ser incorporados à rede mundial. O que você pediria? Maior segurança nas compras online? Proteção total contra crackers e invasores de toda espécie? Ou talvez aplicações completamente novas que facilitem sua vida?

Internet do futuro

Mesmo nos mundos virtuais, contudo, os gênios ainda não conseguem atender a pedidos dessa natureza. Mas uma equipe de pesquisadores está criando uma plataforma de desenvolvimento que poderá finalmente permitir que pesquisadores e visionários em geral testem suas idéias em um ambiente que praticamente equivale ao ambiente real da Internet.

O projeto foi batizado de GENI - "Global Environment for Network Innovations", ou Ambiente Global para Inovações de Rede - e permitirá o desenvolvimento e teste de projetos, conceitos e programas que deverão, no mínimo, influenciar como será a Internet no decorrer do século XXI.

"O projeto GENI dará aos cientistas um quadro branco sobre o qual eles poderão imaginar uma Internet completamente nova que poderá ser materialmente diferente do que é hoje. Nós queremos garantir que esse próximo estágio de transformação seja guiado pelo melhor da ciência de redes, dos projetos, da experimentação e da engenharia," diz o coordenador do projeto GENI, Chip Elliott.

Laboratório da Internet

A primeira etapa do projeto deverá durar quatro anos e reunirá especialistas das áreas de rede, sistemas distribuídos, ciber-segurança e redes ópticas. O "laboratório de pesquisas" será formado por um link óptico, sistemas de transmissão, armazenamento, clusters de processadores e subredes sem fio, tudo espalhado por vários pontos dos Estados Unidos.

O programa de gerenciamento do projeto GENI permitirá que os diversos projetos em desenvolvimento sejam rodados em "fatias" desse substrato. Isso significa que os pesquisadores poderão testar conceitos radicalmente novos, sem nenhum compromisso com a atual estrutura da Internet, nem mesmo quanto a protocolos de comunicação.

O projeto também permitirá que usuários finais participem nos testes e avaliações dos novos conceitos em ambientes reais de operação.

fonte:http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010150070529

Related Posts by Categories



Widget by Hoctro | Jack Book

4 comentários:

Maria Isabel disse...

Íris (de meus iletrados olhos que ainda não tinham descoberto os teus blogs muito interessantes!), obrigada pela preocupação, e quero te dizer que estou "ligada no movimento".

Maria Isabel disse...

Ah! E somente um singelo pedido atendido eficazmente me deixaria completamente satisfeita: um computador onde tudo funcionasse a contento, me possibilitando a postagem das tarefas do Pead!

Maria Isabel disse...

Ou a "providencial" continuação de uma greve fora de hora(?), pra me permitir dar uma escapada até o Pólo de Alvorada na segunda-feira.
Um abraço, querida!

Sueli disse...

Olá!
... acho que ficaria contente com uma internet totalmente livre de de invasores...
Beijos
Sueli
Turma 06/ Proa 17